Entenda a diferença entre marketing e vendas

Tempo de leitura: 8 min

Escrito por admin
em maio 27, 2022

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

Ao gerar receita para a empresa, consideramos as vendas. Quando se trata de fortalecer o posicionamento, aí pensamos em criar um bom marketing da marca. Mas quando falamos de clientes, relacionamentos, conversões, marketing e vendas se misturam de tal forma que parecem ser a mesma coisa. Entretanto, é importante dizer que, na verdade, não são.

Claro que os dois trabalham juntos, basta ter em mente o marketing, sabendo que o alinhamento entre marketing e vendas é parte essencial para atingir os objetivos de qualquer empresa.

Todavia, muitos profissionais descobrem apenas ao realizar uma especialização em gestão de marketing e vendas onde é o fim de um e o começo do outro. Para ajudar você nesse processo, preparamos este artigo com a diferença entre esses dois conceitos na teoria e, na prática. Continue lendo!

Entenda o conceito de marketing

A missão do marketing é ajudar as empresas a atingir seus objetivos de negócios, sejam eles quais forem.

Pode ser aumento de vendas, crescimento de participação de mercado, captura de leads, fortalecimento de marca, promoção de produtos e serviços, etc.

Em outras palavras, é um trabalho amplo que exige a coleta de múltiplas habilidades e afeta toda a organização.

Não se preocupe se você estiver se perguntando como isso afeta a organização como um todo? Vamos explicar!

De acordo com o curso gestão de marketing e vendas, o marketing não é feito apenas pela equipe de marketing, mas por todos os profissionais que trabalham na empresa.

Não adianta ter uma campanha de marketing impecável se o serviço é falho; se a equipe é grosseira; se a empresa ainda está suja ou pior; se tem uma má administração das finanças. Em todos esses casos, a percepção do cliente foi negativa.

Portanto, o marketing não é apenas uma estratégia de comunicação, é também responsável por cultivar uma percepção positiva da empresa em todas as situações.

Logo, além de ter bons profissionais na área de comunicação e estratégias, é preciso ter outras equipes, por exemplo, o setor financeiro formado no melhor curso de gestão financeira possível.

Mas voltando aos fatores que na maioria das vezes confundem marketing e vendas, vamos analisar a responsabilidade do marketing para o cliente:

  • Conhecimento de mercado;
  • Captura de leads;
  • Desenvolvimento de Liderança e Relacionamento;
  • Oportunidade de vendas. 

Abaixo veremos um pouco mais sobre os tópicos mencionados:

  1. Conhecimento de mercado

O Departamento de Marketing é responsável por realizar pesquisas de mercado para entender o ambiente de negócios da empresa e o perfil dos clientes que pretende atingir.

É ele quem faz o plano e define a abordagem que a empresa adota para cada interação com um prospect. 

Para isso, o marketing se municia de dados e informações, identifica tendências e comportamentos, desenvolve personas de compradores e passa a focar em todas as ações para que a empresa possa atingir os objetivos traçados no plano estratégico.

Inclusive, durante o conhecimento, o marketing também se apossa de mecanismos de outras áreas, como, por exemplo, o que se é ensinado na gestão de pessoas faculdade.

Isso porque, para conhecer o mercado é necessário ter uma boa linguagem e interpretação do público interno e externo da corporação.

  1. Captura de leads

O marketing também é responsável por atrair leads orgânicos para uma empresa, ou seja, pessoas interessadas no que a empresa oferece. 

Esse trabalho é possível porque o departamento de marketing possui informações que podem chegar a esses públicos por meio de uma comunicação clara e confiante, projetada para atender naturalmente aos interesses de potenciais clientes que não estão prontos para comprar. 

Para atrair potenciais clientes, o marketing utiliza estratégias de comunicação online e offline, como marketing de conteúdo, otimização de mecanismos de busca, links patrocinados, campanhas em vias públicas, publicidade em rádio e televisão, distribuição de materiais impressos, etc. 

O departamento de marketing faz muito trabalho de conscientização da marca para que as pessoas interajam com a empresa de forma espontânea.

  1. Desenvolvimento de Liderança e Relacionamento

Após capturar um lead, o departamento de marketing também fará o papel de educador, nutrindo o prospect com conhecimento relevante e útil para que ele possa amadurecer suas ideias de compra. 

Ele será responsável por construir e manter relacionamentos com esses indivíduos, podendo em algum momento se tornar clientes da empresa.

Mas o marketing não está necessariamente interessado em conversões imediatas, o que ele quer é construir uma base sólida para que as pessoas tenham uma visão positiva da empresa e se tornem comunicadores de sua mensagem.

Ou seja, além dos profissionais formados em gestão de pessoas em startups ou outros formatos de empresas, o setor de marketing também visa um bom posicionamento, para construir uma boa imagem da corporação e dos produtos e/ou serviços que ela oferece.

  1. Oportunidade de vendas

Ao nutrir prospects, o marketing está qualificando-os, ou seja, selecionando os mais propensos a comprar, a fim de repassá-los às vendas.

Ou seja, o marketing prepara a base, atrai clientes em potencial, os envolve e os converte em oportunidades de negócios. Mas não é o marketing que converte leads em clientes. Este é o lugar onde o bastão é passado.

Converta leads em clientes por meio de vendas

Uma vez que os clientes em potencial são atraídos, nutridos e selecionados, os vendedores os recebem para que possam se tornar clientes.

Perceba que o trabalho faz a diferença, afinal, o marketing investe em comunicação, relacionamento e confiança.

Ao mesmo tempo, as vendas contam com o poder de persuasão dos vendedores para destacar os benefícios e vantagens dos produtos e serviços para persuadir os clientes a comprar. 

Nesse sentido, vender requer habilidades adicionais não encontradas no marketing, mas essenciais para completar o ciclo de vendas, como, por exemplo, uma formação em gestão de pessoas a distancia para ter um melhor domínio com o público e outras habilidades como:

  1. Compreensão das necessidades

O vendedor é quem está em contato direto com o cliente, ou seja, pode extrair outras informações que o departamento de marketing não consegue acessar.

Face a face com os clientes, os vendedores podem fazer perguntas, ler gestos e expressões e refutar objeções para obter uma visão mais clara do que os clientes realmente desejam.

A partir disso, os vendedores conseguem vincular as necessidades do cliente às soluções da empresa, enfatizando como cada produto ou serviço ajuda a solucionar o problema, ou necessidade.

  1. Negociação

O vendedor não apenas explica como a empresa pode ajudar o cliente, mas também precisa encontrar um equilíbrio entre preço e oferta. Não basta ter uma solução mágica, ela também precisa ser acessível.

É aqui que entra em jogo o poder de negociação de vendas, e nem sempre vemos isso no marketing.

Além disso, é interessante que esse profissional de vendas tenha um conhecimento ou busque por “curso de gestão financeira ead preçopara saber quais são as melhores estratégias de descontos e atração.

Na negociação, a venda vai agregar valor à empresa na medida do possível para cada cliente, fazer propostas, aceitar contrapropostas até chegar a um consenso.

Não há impacto nesse processo de marketing: ele fez o trabalho de gerar interesse na solução. O trabalho de um vendedor é convencer os clientes a aceitar o melhor produto ou serviço.

  1. Converter

Quando a negociação termina com sucesso, o cliente aceita a oferta da empresa e fecha o negócio. Em outras palavras, as conversões são alcançadas por meio de esforços de vendas, mas isso não significa que esse departamento sozinho influencie as decisões de compra.

O departamento de marketing trabalha muito na preparação, alcançando os clientes da empresa por meio de conteúdo, publicidade e propaganda.

Marketing e Vendas: um ajuda o outro?

Ao decorrer deste texto, você pôde perceber que as vendas são uma continuação dos esforços de marketing. Logo, a colaboração entre essas duas equipes é fundamental para que uma empresa maximize suas oportunidades de vendas.

Se uma empresa tem marketing, mas não tem vendas, ela não vai liberar os leads acumulados no funil de vendas porque nem todos tomam decisões de compra por conta própria.

As empresas sem um departamento de vendas estruturado estão em apuros se algum prospect precisar de um empurrãozinho extra.

No cenário oposto, uma empresa que possui um departamento de vendas, mas não um marketing estruturado, terá uma venda. Mas eles precisam fazer muito mais trabalho do que você imagina.

Em empresas sem uma boa estruturação, os vendedores realizam ligações frias, e competem entre si para entrar em contato com seus próprios clientes potenciais, comprando listas de contatos para tentar a sorte e obtendo resultados que não representam o que eles podem fazer pela empresa.

Todavia, ao unir o marketing com os conceitos corretos sobre as vendas – inclusive com profissionais formados em um bom curso tecnologo de gestão de pessoas a distancia, é possível reverter essa situação e ter resultados significativos.

Marketing e vendas podem coexistir?

Esse é exatamente o conceito de marketing: fazer marketing e vendas trabalharem juntos em direção ao mesmo objetivo, gerar receita.

As empresas que percebem que a discórdia entre os dois departamentos atrapalha mais do que a produção de resultados, investem no alinhamento entre as duas áreas para que as pessoas entendam que fazem parte de um todo comum.

No entanto, não importa como você integre esses dois departamentos em sua empresa, os conceitos de marketing e vendas ainda diferem e exigem habilidades diferentes para serem usados ​​corretamente.

Isso significa ter profissionais muito diferentes em um mesmo ambiente para trocar ideias e experiências. 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog It Business Fórum, site voltado para a veiculação de conteúdos relevantes sobre negócios, startups e estratégias para pequenas, médias e grandes empresas. 

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.